Diarista viajou ao interior para passar Natal com o filho e teve que voltar pois teve a bagagem extraviada.

A diarista Denise Garcia Martinez, de 35 anos, tinha planos para o Natal. Ela pegou ônibus de Campo Grande para Aquidauana no último sábado (20), para passar a data festiva ao lado de seu filho, que trabalha na cidade. Porém, teve sua bagagem extraviada e seu Natal foi por água abaixo. 

Denise pegou ônibus da Expresso Matogrosso, às 14h30. Ao chegar em Aquidauana, entregou o ticket de sua bagagem e foi informada por funcionário que não havia mais malas no ônibus. “Aí que ele percebeu e me disse que tinha dado minha bagagem para outra pessoa”, conta a diarista. 

Percebido o erro, a empresa prometeu pegar ofício para resolver a situação. Entretanto, não entraram em contato com Denise, que teve que voltar para a Capital. “Todo meu dinheiro, roupas, documentos, estavam na mala. Ia ficar 10 dias em Aquidauana. Agora tive que voltar, estragaram meu Natal”, reclama. 

O filho da diarista, que receberia a visita, teve que pagar passagem para a mãe voltar para Campo Grande. “É um absurdo. Ninguém veio atrás de mim. Quero minha mala, minhas coisas. É um direito meu”, frisa Denise. 

Sem resposta 

A equipe de reportagem entrou em contato com a Expresso Matogrosso, mas até o fechamento da matéria, não obteve resposta.