Deputados ‘se esquecem’ do aniversário da Capital e mudam agenda na última hora

Alguns deputados estaduais se esqueceram do feriado do aniversário de Campo Grande, na próxima terça-feira (26), e mudaram suas agendas de campanha na última hora para aproveitar o feriadão para intensificar a divulgação de sua candidatura no interior. Lauro Davi (PROS) foi um dos parlamentares que não se atentou ao calendário. Ele já tinha programado […]
| 23/08/2014
- 21:58
Deputados ‘se esquecem’ do aniversário da Capital e mudam agenda na última hora

Alguns deputados estaduais se esqueceram do feriado do aniversário de Campo Grande, na próxima terça-feira (26), e mudaram suas agendas de campanha na última hora para aproveitar o feriadão para intensificar a divulgação de sua candidatura no interior.

Lauro Davi (PROS) foi um dos parlamentares que não se atentou ao calendário. Ele já tinha programado ir para o interior fazer campanha. “Feriado do quê? Sério? Tenho que mudar minha agenda”, afirmou. O deputado começou a caminhada na quarta-feira (20) e iria retornar na terça (26) para a sessão.

Ele já não tinha intenção de participar do evento cívico por causa da legislação eleitoral que proíbe aparição de candidatos em eventos públicos. “Em evento público estamos impedidos”, resumiu Lauro Davi.

Da região de Dourados, Zé Teixeira (DEM) foi outro que não se lembrou do aniversário da Capital. “Eita, tinha me esquecido, vou mudar minha agenda. To indo para o interior”, disse o democrata.

Assim como eles, outros parlamentares vão para o interior. A bancada do PT deve estar na Capital para o aniversário da cidade. Amarildo Cruz e Laerte Tetila estão no interior, mas retornarão a Campo Grande a tempo das comemorações. Pedro Kemp e Cabo Almi ficarão pela cidade mesmo.

Os peemedebistas Carlos Marun e Eduardo Rocha viajarão para o interior, mas prometem prestigiar o aniversário da Cidade Morena. “Claro que vou prestigiar”, pontuou Rocha. “Terça estou aqui já”, disse Marun. Já Júnior Mochi (PMDB) vai aproveitar o tempo maior para fazer campanha no interior.

Mudança

Dos 24 deputados da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul, apenas três não vão disputar a eleição este ano: Antônio Carlos Arroyo (PR), Dione Hashioka (PSDB) e Jerson Domingos (PMDB).

Outros não tentarão a reeleição como Londres Machado (PR) que deixará a Casa para ser vice na chapa do PT e Márcio Monteiro (PSDB) e Carlos Marun (PMDB) que vão disputar uma cadeira na Câmara dos Deputados.

Últimas notícias