Apenas 179 médicos se inscreveram para as 513 vagas abertas pela Sesau

A contratação de médicos pela prefeitura de Campo Grande não surtiu o efeito esperado. Apenas 179 médicos se inscreveram para as 513 vagas disponibilizadas pela Sesau (Secretaria Municipal de Saúde) para profissionais interessados em prestar serviço às unidades de saúde pública da Capital. As inscrições foram anunciadas na semana passada e abertas na segunda-feira (11), […]
| 14/08/2014
- 21:41
Apenas 179 médicos se inscreveram para as 513 vagas abertas pela Sesau

A contratação de médicos pela prefeitura de Campo Grande não surtiu o efeito esperado. Apenas 179 médicos se inscreveram para as 513 vagas disponibilizadas pela Sesau (Secretaria Municipal de Saúde) para profissionais interessados em prestar serviço às unidades de saúde pública da Capital. As inscrições foram anunciadas na semana passada e abertas na segunda-feira (11), seguindo até esta quarta-feira (13). A intenção da prefeitura, por meio da secretaria, é suprir a necessidade imediata e temporária desses profissionais nas unidades, devido a grande demanda de pacientes.

Esse é o quarto processo seletivo para médicos aberto pela prefeitura. De acordo com o secretário de Saúde de Campo Grande, Jamal Salem, um dos fatores que inibem o interesse dos profissionais por essas vagas é a insegurança de atuar nas unidades. “A Sesau, juntamente com a prefeitura, está buscando alternativas para garantir mais segurança e valorização aos profissionais da rede e assim, gerar mais interesse pelos cargos”, diz Jamal.

Ainda segundo o secretário, novos processos seletivos serão abertos nas próximas semanas em busca de suprir o déficit de profissionais na rede. “Vamos encerrar essa seleção para contratar e colocar imediatamente esses profissionais nas unidades, pois enquanto a inscrição estiver aberta não podemos oficializar a contratação. A população precisa desses profissionais o quanto antes”, explica Jamal.

A próxima etapa desse processo é a análise curricular dos inscritos, realizada por uma comissão em saúde. Os aprovados nessa avaliação serão convocados via edital na próxima semana, onde terão que comparecer até a Sesau, portando todos os documentos e certificados citados no formulário de inscrição.

Após a entrega dos documentos, os profissionais já serão encaminhados às unidades que lotarão. Os médicos cumprirão jornada de 12 e 20 horas semanais, dependendo da especialidade.

Últimas notícias