Ações asiáticas caem, PMI da China enfraquece confiança

As bolsas asiáticas caíram nesta terça-feira após uma pesquisa mostrar que a expansão do setor de serviços da China desacelerou, enfraquecendo o ânimo positivo trazido pelos resultados corporativos nos Estados Unidos e pelo alívio com o resgate de Portugal ao seu maior banco. Às 7h56 (horário de Brasília), o índice MSCI que reúne ações da […]
| 05/08/2014
- 14:46
Ações asiáticas caem, PMI da China enfraquece confiança

As bolsas asiáticas caíram nesta terça-feira após uma pesquisa mostrar que a expansão do setor de serviços da China desacelerou, enfraquecendo o ânimo positivo trazido pelos resultados corporativos nos Estados Unidos e pelo alívio com o resgate de Portugal ao seu maior banco.

Às 7h56 (horário de Brasília), o índice MSCI que reúne ações da região Ásia-Pacífico com exceção do Japão recuava 0,34 por cento, depois que o Índice de Gerentes de Compras (PMI, na sigla em inglês) compilado pelo HSBC/Markit para o setor de serviços na China caiu para 50,0 em julho, ante máxima de 15 meses de 53,1 em junho.

Esta foi a leitura mais baixa desde novembro de 2005, quando os dados começaram a ser coletados, sugerindo que uma recuperação da economia segue sendo frágil e maior apoio governamental pode ser necessário.

No Japão, o índice Nikkei da bolsa de Tóquio caiu 1 por cento para 15.320 pontos, mínima de fechamento desde 24 de julho. As ações norte-americanas se recuperaram na segunda-feira impulsionadas pela decisão de Portugal de resgatar o Banco Espírito Santo, e também pelos resultados da Berkshire Hathaway, de Warren Buffett.

Últimas notícias