Segundo informações do advogado da família, a criança foi fazer uma radiografia de tórax por volta das 11h quando um cabo rompeu e feriu o menino e a mãe

Um aparelho de raio x teria caído em cima da cabeça de uma criança de 5 anos na Santa Casa de Campo Grande na manhã desta terça-feira (30). Segundo informações do advogado da família, Ademar Chagas, a criança foi fazer uma radiografia de tórax por volta das 11h quando um cabo rompeu e feriu o menino e a mãe, Eloísa Helena de Andrade Campos Vidal, de 25 anos. 
“A Santa Casa fez exames na criança, que acabou levando dois pontos na cabeça. Ele só não se machucou mais porque a mãe conseguiu empurrá-lo e ficou com escoriações, além do aparelho ter caído sobre ela também”.
Segundo o pai do menino, Ronaldo Raimundo da Silva, de 29 anos, a Santa Casa ainda não comentou sobre o caso. “Fizeram uma tomografia no meu filho e disseram que está tudo bem. Minha esposa ainda aguarda atendimento, ela está machucada porque empurrou meu filho e conseguiu salvá-lo”, diz.
Descaso
Desde a última sexta-feira (26) a família procura entender o que aconteceu com a criança, que não se alimenta direito e tem febre alta. “Na UPA do Guaicurus mandaram fazer um exame de sangue que não detectou nada. De lá nos encaminharam para cá, para fazer a radiografia e ver o que está acontecendo e então o aparelho cai na cabeça do meu filho. É um descaso, um absurdo”, disse o pai, indignado. 
A assessoria de comunicação da Santa Casa informou, por meio de nota oficial, o que aconteceu no hospital. 

 O paciente R.S.A.C,
de cinco anos, deu entrada neste hospital com quadro de febre alta a ser
investigada. Foram solicitados exames de raio-x no tórax, sangue e urina.
Ocorre que durante a realização do procedimento houve um acidente sem grandes
danos. Durante o uso do aparelho de raio-x, o mesmo cedeu e caiu sobre o
paciente, que teve um corte superficial de aproximadamente um centímetro e meio
no couro cabeludo. O paciente foi atendido, recebeu sutura e permanece no
Pronto Socorro Pediatria para averiguação do quadro de febre.”
Matéria editada às 17h43 para acréscimo de informações.