Foi com emoção a vitória do sobre a Bolívia pela terceira rodada das Eliminatórias Sul-Americanas da de 2026. Nesta quinta-feira, no estádio Hernando Siles, em La Paz, o jogo estava empatado até aos 50 minutos do segundo tempo, quando Kevin Rodríguez marcou o gol da vitória da seleção equatoriana por 2 a 1.

Com o resultado, o Equador saiu do zero e aparece agora em sexto lugar, com três pontos, dentro da zona de classificação. Apesar de ter vencido o Uruguai na última rodada, a seleção perdeu os pontos como punição pela escalação irregular de Byron Castillo na disputa das Eliminatórias para a do Mundo de 2022. Já a Bolívia segue na lanterna, ainda sem pontuar.

O duelo a 3,6 mil metros acima do nível do mar começou lento. As duas equipes demoraram para engrenar na partida. Querendo se valer da altitude, onde a bola corre mais, a Bolívia apostava nos contra-ataques e lançamentos longos, sempre procurando o atacante Marcelo Moreno, velho conhecido da torcida brasileira. Já o Equador invertia os lados da jogadas, para procurar uma brecha na defesa para acionar o atacante do Internacional, Enner Valencia.

O jogo seguiu morno, com ambas as seleções errando muito passe na hora de construir as jogadas ofensivas. Com mais qualidade, o Equador era quem finalizava mais ao alvo e chegava com certo perigo na área adversária. Na reta final, os equatorianos enfim acertaram o alvo e abriram o placar, aos 44. Após lançamento de Caicedo, Kendry Páez avançou e bateu na saída do goleiro boliviano. Foi o primeiro gol pela seleção do garoto de 16 anos, considerado uma das maiores promessas do futebol equatoriano.

Na segunda etapa, a Bolívia voltou mais ligada para buscar o empate. Atacando principalmente pelo lado esquerdo, com Carlos Roca que arriscava de média distância. Perigo mesmo foi o chute de Henry Vaca, que explodiu na trave. O lance acordou o Equador, que conseguiu se organizar defensivamente e buscou segurar mais a posse de bola, invés de arriscar os lançamentos longos.

Com mais fôlego, a Bolívia seguiu ofensiva. Marcelo Moreno recebeu na área, mas errou o alvo. Quem não desperdiçou foi Rodrigo Ramallo, que deixou tudo igual, aos 37 minutos. Vaca fez bela jogada individual e tocou para o atacante, que girou sobre a marcação e bateu no ângulo. A felicidade boliviana durou pouco Aos 50, no último lance, Kevin Rodríguez recebeu na área e bateu colocado, para decretar a vitória do Equador.

Na próxima rodada, a Bolívia encara o Paraguai, no Defensores Del Chaco, em Assunção, na próxima terça-feira, às 19h30. Mais tarde, às 20h30, o Equador recebe a Colômbia, no Casa Blanca, em Quito.

Saiba Mais