Quem é Xiaohu, o bicampeão internacional de LOL

| 18/05/2022
- 17:06
Quem é Xiaohu, o bicampeão internacional de LOL

Versátil, talentoso e vitorioso. Essas são apenas algumas características de Xiaohu, bicampeão internacional de LoL. O chinês, de apenas 24 anos, é aposta certa quando o assunto é League of Legends, apontado por muitos como um dos melhores jogadores do mundo.

Conheça Xiaohu, o fenômeno e capitão da multicampeã RNG

Li "Xiaohu" é bicampeão do MSI com a Royal Never Give Up (RNG), equipe que foi formada em 2015 e, desde então, tem sido uma das mais bem sucedidas em LoL. O feito de Xiaohu é muito relevante pois, além de apenas outros dois jogadores possuírem tal recorde, ele foi o único jogador a ser campeão de dois torneios internacionais atuando por duas posições diferentes.

Sua versatilidade o possibilitou em poder atuar com qualquer tipo de campeão. Na LPL Spring 2022, por exemplo, seus personagens favoritos foram Corki, Orianna e LeBlanc. Ele foi apontado como craque da partida em dez ocasiões durante a fase inicial do torneio.

Em 2018, por exemplo, ele conquistou o MSI em sua posição de origem, isto é, a rota do meio. Três anos depois, entretanto, adaptou-se para atuar como topo e venceu novamente o torneio. Já para a edição deste ano do Mid-Season Invitation, que teve início no último dia 10, Li retornou ao meio e pode conquistar o inédito tricampeonato.
MIS 2022: partidas da RNG serão jogadas novamente
Em três dias de MSI, a Riot Games, uma das principais desenvolvedoras do mercado de games, já tem alguns problemas a serem solucionados. Dentre eles, um envolve justamente a Royal Never Give Up (RNG), do capitão Xiaohu.

Em um comunicado oficial, a Riot Games publicou que as três partidas disputadas pela equipe chinesa, que está no Grupo B junto da brasileira RED Canids Kalunga, serão realizadas novamente. Isso porque foram constatados problemas no ping artificial criado pela empresa, o que afeta a integridade competitiva do campeonato internacional de League of Legends.

A RNG não viajou para Busan, na Coreia do Sul, local onde está sendo realizada a competição, por conta das restrições causadas pela pandemia de Covid-19 na — dessa forma, a equipe tem jogado o MSI 2022 no próprio centro de treinamento, em Xangai. Por conta desta situação, os jogos do campeonato estão sendo disputados com ping artificial 35, número elevado para o que costuma ser a latência em eventos presenciais.

Tal circunstância gerou incômodo aos demais adversários, como, por exemplo, a norte-americana Evil Geniuses (EG). Segundo o treinador da equipe, o brasileiro Gabriel "Turtle", o ping parecia maior do que 35. Em pronunciamento oficial, o head de operações competitivas da Riot Games, Alex Francois, comentou o episódio.

"Depois de extensa avaliação técnica sobre os ambientes de treino e competição durante os três primeiros dias do MSI 2022, nós descobrimos, após o terceiro dia, que havia uma discrepância entre a latência reportada no e o que estava sendo experimentado no local do campeonato em Busan. Para corrigir tal problema, nós estamos fazendo mudanças de configurações a partir de hoje para reduzir a latência geral ao nível desejado", avaliou.

Com isso, as partidas que envolveram a RNG serão disputadas novamente a partir deste sábado (14) para serem finalizadas até domingo, conforme anunciado por Francois. "Por conta de esse problema específico ter afetado as equipes que estão jogando de Busan, as partidas envolvendo a RNG aconteceram com uma disparidade não intencional na latência entre as equipes competidoras. Como consequência, nós determinamos que, para o bem da integridade competitiva, é melhor jogar de novo todas essas três partidas", finalizou.

Antes da decisão, a RNG, de Xiaohu, tinha vencido os primeiros três compromissos, que foram contra a RED Canids, a PSG Talon (Hong Kong/Taiwan) e a Istanbul Wildcats (Turquia). As demais equipes do Grupo B estavam empatadas com uma vitória e duas derrotas.

*Esta é uma página de autoria de LINKARME e não faz parte do conteúdo jornalístico do MIDIAMAX.

Veja também

A partida foi realizada no Ginásio Poliesportivo Avelino dos Reis (Guanandizão)

Últimas notícias