Atletas de Mato Grosso do Sul vão representar o Estado no 3º regional das Paralimpíadas Escolares 2022, a partir desta terça-feira (6), no Centro de Treinamento Paralímpico, em . Ao todo, 613 atletas estão inscritos nas modalidades de atletismo, bocha e natação.

Esta será a maior etapa regional da competição e, além de MS, Espírito Santo, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo irão participar. A delegação sul-mato-grossense conta com cerca de 100 pessoas, entre atletas, staff, treinadores e acompanhantes.

Dentre os mais de 600 inscritos, 317 atletas nunca participaram deste evento antes e debutarão na capital paulista. O estado com o maior número de novos atletas é SP, atual campeão geral do evento, com 91 estreantes. Santa Catarina trará 58 novatos para esta etapa regional.

O atletismo é a modalidade com o maior número de iniciantes, com 196 atletas. Já a natação contará com 85 e a bocha, com 36, segundo o CPB (Comitê Brasileiro Paralímpico).

A cerimônia de abertura está marcada para terça-feira, no CT Paralímpico. Já as disputas nas três modalidades começam na quarta (7), e seguem até sexta (9), de manhã e à tarde.

Classificação dos atletas

Brasília e sediaram as duas primeiras regionais das Paralimpíadas Escolares no mês de agosto, os estados de Minas de Gerais e foram os campeões, respectivamente.

Para as regionais, foram selecionadas as modalidades que possuem um grande número de inscritos na fase nacional. O intuito da diretoria de Desenvolvimento Esportivo do CPB, responsável pela organização do evento, é ter os melhores atletas de cada região do país nas disputas em novembro.

A fase nacional acontecerá de 23 a 25 de novembro, também no CT Paralímpico, na capital paulista. A estimativa é que a competição tenha, ao todo, 3 mil crianças com deficiência envolvidas nas provas das fases regionais e da nacional.

Os três primeiros colocados nos regionais de atletismo e natação vão se classificar automaticamente para a fase nacional. Já na bocha, os dois primeiros, por gênero, vão conquistar a vaga.

As Paralimpíadas Escolares são idealizadas e organizadas pelo Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB) desde 2009 e é o maior evento mundial para crianças com deficiência em escolar. No ano passado, a competição contou com mais de 900 atletas, de 25 unidades da federação.