Agências bancárias e empresas de serviços ampliam o horário de atendimento nesta quarta-feira (22), em alusão ao Dia D – Mutirão Desenrola. O dia será de negociação de dívidas de até R$ 20 mil em Mato Grosso do Sul.

Em Campo Grande, os bancos da Caixa Econômica Federal e Banco do Brasil irão atender a partir das 8h, uma hora mais cedo. A plataforma já oferecia a possibilidade de pagamento à vista de dívidas de até R$ 20 mil, porém, o parcelamento só estava disponível para dívidas até R$ 5 mil.

O Grupo Energisa estará de portas abertas até uma hora após o encerramento, ou seja, até às 17h. A oferta para colocar as dívidas em dia estão com descontos que podem chegar a 75% e parcelamento em até 60 vezes, com taxa de juros que não ultrapassam 1,99% ao mês.

Ainda segundo a concessionária, o objetivo do Desenrola é regularizar a situação de pessoas físicas com renda de até dois salários mínimos ou inscritas no CadÚnico. A agência central da Energisa de Campo Grande, na avenida Calógeras, 2.499, no Centro.

A Energisa lançou uma ação de negociação de Black Friday, com ofertas para todos os clientes de sua área de atuação, para os clientes que não preenchem os pré-requisitos para participarem do programa. Com desconto nos juros, multas e correção monetária, o abatimento pode chegar a 50% do total da dívida. Há ainda a possibilidade de parcelamento do débito em até 24x.

Desenrola Brasil

O Governo Federal informou que o “Dia D – Mutirão Desenrola”, é uma ação em conjunto com organizações da sociedade civil, bancos e outros credores para fomentar as renegociações de débitos e ampliar o alcance do programa, dedicado a reduzir o número de endividados e a dar oportunidades para os brasileiros com CPF negativado limparem seus nomes.

O programa começou pela Faixa 2, para as pessoas com renda mensal de até R$ 20 mil e cujas dívidas bancárias foram inscritas em cadastros de inadimplentes até 31 de dezembro de 2022. As renegociações da Faixa 2 são realizadas diretamente com os bancos credores. Já a Faixa 1 começou em outubro, com enfoque no atendimento de pessoas com dívidas de até R$ 5 mil e renda de até dois salários mínimos ou inscritas no CadÚnico. Como parte do programa, os principais bancos realizaram a retirada automática de 10 milhões de registros de dívidas até R$ 100 dos cadastros de inadimplentes.

As renegociações devem ser feitas exclusivamente pelo portal Desenrola, que será acessado com a sua conta gov.br. É necessário ter conta nos níveis ouro ou prata. Para acessá-lo, basta realizar o cadastro no sistema gov.br e aumentar o nível da sua conta. Confira o passo a passo para se cadastrar:

  • Acesse www. gov.br
  • Selecione “Entrar com gov.br”
  • Digite seu CPF e clique em “Continuar” para criar ou alterar sua conta.
  • Para aumentar o nível da sua conta de bronze para Prata ou Ouro, você pode utilizar o aplicativo gov.br e clicar em “Aumentar nível” na tela inicial, e pode também logar pela internet na sua conta e aumentar o seu nível em “Selos de Confiabilidade”.

Caso a sua conta seja bronze, é possível aumentar o nível da conta no site para prata realizando o login com a conta do seu banco. O devedor deverá ter o número de telefone cadastrado em seu banco para recebimento do SMS de confirmação do acesso. Os interessados poderão, ainda, fazer o seu cadastro no gov.br presencialmente nas agências do INSS, e deverão informar-se sobre como obter a certificação nível prata ou ouro. Os interessados também podem buscar diretamente os bancos, por meio de seus canais próprios, para renegociação de dívidas.

*Com informações da Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República.