Receita Federal diz que 60% da população tem acesso a serviços com a ajuda de prefeituras em MS

Receita Federal estima que 1,6 milhão de habitantes no Estado consegue usufruir dos seus serviços com a infraestrutura ofertada pelos municípios
| 03/06/2022
- 17:57
Receita Federal
Receita Federal instala PAV em Inocência. Foto: Assessoria

A Receita Federal informou, nesta sexta-feira (3), que já leva atendimento a 60% da população de Mato Grosso do Sul. Isso significa que 1,6 milhão dos 2,8 milhões de habitantes do Estado já têm – ao seu alcance - os do órgão, que, para a , significa um número maior de contribuintes.

Tratam-se dos PAVs (Pontos de Atendimento Virtual), que estão sendo possíveis graças à parceria com as prefeituras. Até o momento, além de Campo Grande, Dourados, Corumbá, Ponta Porã, Três Lagoas e Mundo Novo, os contribuintes dispõem de serviços em outros 13 municípios. Nesta sexta-feira (3) será inaugurado o PAV em Inocência, município localizado a 330 quilômetros da Capital.

A expectativa do delegado da Receita Federal em Campo Grande, Clovis Ribeiro Cintra Neto, é que a parceria alcance 70% da população, ou cerca de 2 milhões de pessoas, até o final do ano. Há acordo assinado com outras 13 prefeituras, o que elevará para o mínimo de 26 pontos de atendimentos instalados. A expectativa é que os serviços da Receita estejam disponíveis em 100% dos 79 municípios em até dois anos.

O PAV é uma extensão da Receita Federal onde não há unidade do órgão. Por meio desses locais, os contribuintes poderão receber orientação dos portais online, enviar e receber documentos para a Delegacia. “Os prefeitos estão recebendo muito bem o projeto porque sabem que será um benefício direto para o cidadão da sua cidade. Nosso objetivo é atender o contribuinte no lugar mais longínquo”, comenta.

O PAV já funciona em Rio Verde de Mato Grosso, Rio Negro, Chapadão do Sul, São Gabriel do Oeste, Guia Lopes da Laguna, Japorã, Eldorado, Aparecida do Taboado, Corguinho, Coxim, Bonito, Itaquiraí e Figueirão. Outras 13 prefeituras assinaram o acordo de cooperação com a Receita Federal: Cassilândia, Terenos, Jardim, Juti, Sete Quedas, Brasilândia, Alcinópolis, Paranhos, Costa Rica, Itaporã, Nioaque e Maracaju.

Veja também

Últimas notícias