Dados da ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis) apontam que, na primeira semana de outubro, o valor da em Mato Grosso do Sul foi o mais barato do Brasil, vendido, em média, a R$ 5,56 o litro. 

O levantamento pesquisou valores em 58 postos de combustível do Estado entre os dias 1 e 7 de outubro. O mínimo para revenda foi de R$ 5,15 por litro e o máximo chegou a R$ 6,85.  

Mato Grosso do Sul lidera a lista de menores preços junto com o Piauí, que também tem preço médio da gasolina de R$ 5,56. Logo depois aparece o Maranhão (R$ 5,58), (R$ 5,59), Minas Gerais (R$ 5,61), Amapá (R$ 5,65), (5,66), Mato Grosso (R$ 5,69) e (R$ 5,70).

Entre as capitais, também se destaca como a segunda mais barata do Brasil, com o preço médio de revenda de R$ 5,48. A cidade perde apenas para São Luiz (Maranhão), que tem o litro a R$ 5,31.