A anunciou que vai reduzir em R$ 0,20 o da gasolina vendida às distribuidoras a partir de amanhã (20). Essa é a primeira vez em 2022 que a estatal anuncia queda nos preços e, com isso, o preço pago pelo litro em deve se aproximar do mesmo patamar de janeiro de 2021.

De acordo com o Sinpetro (Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo e Lubrificantes MS) a redução deve ser de R$ 0,14 nas bombas. Com isso o preço para o consumidor deve ficar pouco acima dos R$ 5 o litro.

Levantamento da ANP (Agência Nacional Petróleo Gás e Biocombustíveis), mostrou que entre os dias 10 e 16 de julho, o menor preço do litro da gasolina era de R$ 5,29 em e o mais caro de R$ 5,69.

A queda inédita neste ano, ocorre devido aos preços internacionais de referência do combustível, segundo a Petrobras. Na prática, o preço da gasolina pode voltar ao que era em janeiro de 2021, porém, ainda distante da época pré-pandemia, quando o preço do litro do combustível podia ser encontrado abaixo dos R$ 4.