Após não atender às reclamações dos moradores, a concessionária que administra a distribuição de energia elétrica em Mato Grosso do Sul, a empresa Energisa, recebeu notificação do (Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor).

Conforme o Procon, a empresa ‘demonstrou desinteresse' com as reclamações dos consumidores e apresentou ‘falta de atenção' com as demandas enviadas pelas unidades dos Procons municipais.

Quem recebeu a notificação foi o representante legal da empresa, Marcelo Vinhaes Monteiro, que foi intimado a explicar as razões pelas quais os valores das tarifas de energia dos consumidores que formalizaram as reclamações na Capital e nas cidades do interior.

O Procon estabeleceu um prazo de 10 dias para que a empresa se manifeste ao órgão para justificar-se, sob a pena de ser instaurado processo administrativo. A mesma notificação determina que a Energisa corrija imediatamente as distorções verificadas pelo Procon e dê um ressarcimento em dobro a cada consumidor prejudicado, emitindo novas faturas com os valores corretos.

“A Energisa tem  sido uma das empresa  como maior número de reclamações tanto no Procon Estadual como nos municipais, e cuja  resolutividade fica aquém do que poderia ser considerado razoável, não existindo um canal  de comunicação eficiente entre a  empresa e o órgão de defesa do consumidor”,  afirma o superintendente do Procon, Marcelo Salomão.

A assessoria de imprensa da Energisa esclareceu que, o aumento na fatura das tarifas foi por conta do ‘calorão' que tem atingido o Estado no último mês, por isso surpreendeu moradores. A matéria completa pode ser acessada clicando aqui.

*Matéria atualizada em 18/01 às 15h15