Conhecido como “acumulador”, o morador da Rua Planalto, no Jardim TV Morena, em Campo Grande, voltou a preocupar a vizinhança na manhã desta terça-feira (18) ao ser flagrado arremessando pedaços de vidro e madeira. Ele já foi multado em R$ 62 mil pelas irregularidades.

Apesar de quase constante, a situação preocupa a vizinhança, já que pela manhã havia fluxo de veículos enquanto ele arremessava placas de vidro e pedaços de madeira. Uma das faixas ficou interditada pelo lixo, causando fila de carros.

Sem preferir se identificar, por medo de represálias do acumulador, uma moradora disse que o trânsito ficou caótico. “Está causando muitos transtornos, está perigoso demais”.

Multas e autuações

Ao todo, o morador acumula 11 autuações, que chegam a R$ 62 mil, pelo lixo espalhado. No começo deste mês, em publicação no Diogrande, a Coordenadoria Jurídica e de Julgamento da Semadur informa que as intimações anteriores não surtiram resultado, portanto, o morador foi notificado do julgamento à revelia — quando há ausência de contestação — devido aos autos de infração praticados. A notificação é referente a dois processos envolvendo o morador.

Além disso, o “acumulador” foi intimado a comparecer no prazo de 30 dias para recolher o crédito originário da multa, atualizado monetariamente, ou interpor recurso à Junta de Recursos Fiscais do Município.

Por que ele acumula?

A polêmica dura semanas, o trecho já passou por limpeza várias vezes. O morador estaria protestando contra a prefeitura por desapropriação de um terreno e por não receber o valor.

Não é a primeira vez que a situação gera transtornos à vizinhança. Em 25 de março, o dono do imóvel foi filmado andando sem roupas na sacada de vidro da casa. Vizinhos acionaram a Polícia Militar e o Conselho Tutelar ao verem crianças no imóvel enquanto o homem corria nu pela sacada.

Na ocasião, policiais conversaram com a mulher e as crianças, de 6, 9 e 10 anos. As meninas relataram que o pai não as agrediu ou ameaçou.