A Prefeitura de agendou para sexta-feira (26) a reabertura do trânsito no cruzamento da Rua José Antônio e Avenida Fernando Corrêa da Costa, interditado há quatro meses após erosão danificar a parte inferior da ponte sobre o córrego Posa. 

No Nova Lima, a Rua Lino Vilacha também terá pista liberada após obras de na área. Há duas semanas, temporal abriu cratera na calçada e interditou parte da via. 

De acordo com a Sisep (Secretaria Municipal De Infraestrutura E Serviços Públicos), na Fernando Corrêa da Costa foram o acesso à ponte recebeu aterro novo e concretagem de contenção do aterro e do leito do rio na parte de baixo da ponte. Além disso, sacos de areia foram colocados para reforçar a segurança. 

Na próxima semana, a Prefeitura vai recapear todo o cruzamento entre a Rua José Antonio e a Avenida Fernando Corrêa da Costa.

Cratera formada pela enxurrada no acesso ao Hospital São Julião. (Foto: Henrique Arakaki, Midiamax)

Já na rua de acesso ao Hospital São Julião, equipes fizeram a limpeza da bacia de contenção, reparo e reestruturação da área onde a cratera se formou, construção de rede de drenagem para aumentar a vazão de águas e a recuperação da pista.

Em ambas as obras, o Município afirma que já existe segurança garantida para pedestres e motoristas circularem. 

“Cada situação merece um tratamento de acordo com a intensidade e complexidade do dano sofrido. Em situações mais graves, como o Lago do Amor, os trabalhos estão acontecendo dentro do cronograma esperado e, em breve, também estarão finalizados. Temos empenhado todo o esforço de trabalho para que a população não seja prejudicada com esses eventos”, justifica o secretário municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos, Domingos Sahib Neto

Ponte na José Antônio

No dia 1º de fevereiro, vala aberta na parte inferior da ponte sobre o Córrego Prosa obrigou o Município a impedir a passagem de veículos. Com a interdição, condutores tiveram de procurar rotas alternativas e reordenamento do trânsito foi feito pela (Agência Municipal de Transporte e Trânsito).

Com prazo inicial de entrega para o dia 24 de abril, a na ponte da José Antônio teve execução avaliada em R$ 70 mil, contratada em regime de urgência. 

O trecho é um dos principais acessos centro/bairro, nos horários de pico há um alto fluxo de veículos. Recentemente, comerciantes reclamavam da queda no movimento devido à interdição na avenida, que é rodeada por bares, restaurantes e outras lojas.

Entrada do São Julião

A chuva do dia 9 de maio deixou danos no Hospital São Julião, em Campo Grande. Parte da calçada e da cerca da entrada do hospital, caíram devido a força da água, que também danificou a tubulação.