Motoristas e pedestres que passam pelo cruzamento da Rua José Antônio e Avenida Fernando Corrêa da Costa, em , precisam buscar rotas alternativas para atravessar o trecho. Por causa da de ontem (1º), parte do solo que servia de base para uma ponte sobre o cedeu e corre o risco de desmoronar. 

Em imagens feitas no local, é possível notar considerável distanciamento entre o solo e a estrutura de concreto na cabeceira da ponte, embaixo da passarela usada por pedestres.

As pistas foram interditadas com fitas, cavaletes e tambores da (Agência Municipal de Transporte e Trânsito). Pela manhã, uma equipe do órgão estava orientando o trânsito no local, no entanto, antes da chegada dos agentes, pedestres e motociclistas foram vistos se arriscando e furando o bloqueio feito. 

Na Fernando Corrêa, no sentido Bairro/Centro, as duas pistas estão interditadas, no sentido contrário, apenas uma pista está liberada. Para facilitar o trânsito, a Agetran fez desvio pela Rua Sebastião Lima, que teve o sentido da via alterado.

A recomendação é para que condutores busquem rotas alternativas, já que o trecho tem tido congestionamento em horários de pico. 

A reportagem do Jornal Midiamax questionou a Prefeitura de Campo Grande sobre os reparos que serão feitos na ponte e por quanto tempo o cruzamento ficará bloqueado, no entanto, até o fechamento desta matéria não tivemos retorno. 

Veja o vídeo do local