Entre a sexta-feira (21) e o domingo (23) acontece no shopping Norte Sul Plaza, em , um plantão de vacinação contra a influenza e a . O objetivo da (Secretaria Municipal de Saúde) é ampliar o número de pessoas imunizadas, que está baixo.

Na sexta e sábado, o atendimento no shopping acontece das 10h às 18h e no domingo das 11h às 19h. O ponto de vacinação estará instalado ao lado da loja Cravo e Canela.

Nas unidades de saúde o atendimento acontecerá somente nos dias 21 e 22 (sexta e sábado), de 7h às 17h. Estarão abertas as seguintes unidades: UBS 26 de Agosto, USF Noroeste, USF Moreninhas, USF Silva Regina e UBS Dona Neta.

A vacinação contra a Gripe está em Campo Grande para todos os públicos prioritários estabelecidos pelo Ministério da Saúde. Devem se vacinar os idosos com 60 anos ou mais, trabalhadores da saúde, crianças de seis meses a menores de seis anos, gestantes em qualquer idade gestacional, puérperas até 45 dias pós-parto, caminhoneiros, população indígena, profissionais das forças armadas, profissionais das forças de segurança e de salvamento, trabalhadores da educação, trabalhadores do serviço rodoviário de transporte de passageiros, população com deficiências permanentes, população com comorbidades, profissionais do sistema penitenciário, profissionais portuários, população privada de liberdade e jovens em cumprimento de medidas socioeducativas.

Baixa procura

De acordo com a primeira parcial da campanha de vacinação divulgada na última sexta-feira (14), aproximadamente 25,8 mil pessoas foram imunizadas em Campo Grande, o que representa menos de 8% de cobertura. A meta é vacinar ao menos 90% dos públicos estabelecidos como prioritários pelo Ministério da Saúde, o equivalente a 300 mil pessoas.

A maior procura foi entre os idosos de 60 anos ou mais. Até o momento, 17,3 mil pessoas pertencentes a este público foram vacinadas, ou 12,84% do quantitativo populacional estimado em 134,7 mil pessoas.

Após os idosos, os professores do Ensino Básico e Superior, que englobam o público de Trabalhadores da Educação, estão entre que mais se vacinaram, com 8,86% de cobertura, seguido das Puérperas (7,89%) e os Trabalhadores da Saúde (6,91%). Entre as crianças de seis meses a menores de seis anos, apenas 3,2 mil foram vacinadas, ou o equivalente a 4,67% do público estimado de 69,8 mil pessoas.

Público da vacinação Covid-19

Na última semana, a Sesau ampliou os públicos aptos a receber a vacina Bivalente.  A partir de agora, pessoas com comorbidades e que que tenham 12 anos ou mais, grávidas e as puérperas que deram à luz há até 45 dias, também pode receber o imunizante.

Além destes públicos, a bivalente está disponível também para trabalhadores da saúde, população com 60 anos ou mais, indígenas aldeados e quilombolas a partir dos 12 anos de idade, para isso é necessário o esquema vacinal completo e a última dose ter sido aplicada há pelo menos quatro meses.

O reforço também está disponível para quem finalizou o esquema primário e tem pelo menos 12 anos de idade. E quem tem 18 anos ou mais e completou o mesmo período após receber o primeiro reforço, já está apto para o segundo.

Crianças a partir de seis meses se enquadram para iniciar o esquema vacinal. Aquelas iniciaram o esquema com a baby devem receber a segunda dose após um intervalo de quatro semanas e a terceira após oito semanas da dose anterior.