Nesta quinta-feira (16), alguns municípios do registraram 1.688 focos de calor, segundo o Boletim Risco de da UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais). Os focos de calor representam locais com incêndio, mas também áreas onde há altas temperaturas, sem necessariamente haver fogo.

Todos os focos estão localizados em municípios que fazem parte do Pantanal: , Miranda, Aquidauana, e Porto Murtinho.

O município que lidera o ranking é Corumbá com 989 focos. O segundo município com mais focos foi Miranda, com 570 e o terceiro é Aquidauana, com 192.

O computacional desenvolvido pela Universidade ainda alertou que existem 234 km² em risco de espalhamento de incêndio no município de Porto Murtinho.

Boletim

O Boletim Risco de Incêndio é feito com base nas informações coletadas e geradas pelo Modelo de Espalhamento de Fogo criado pelo Centro de Sensoriamento Remoto da UFMG no âmbito do projeto FIP – Monitoramento do Cerrado.

O modelo baseia-se em estudos científicos que descrevem o comportamento do fogo em relação ao vento, combustível, umidade, declividade, entre outros, juntamente com estimativas de biomassa seca – combustível do fogo – e umidade.