Passageiros de ônibus relataram recusa de motoristas em transportá-los no terminal Bandeirantes, nesta segunda-feira (23). O caso ocorreu na linha 080, às 7h10, quando dois ônibus da linha sentido bairro-centro estavam estacionados na plataforma, e mesmo vazios, fecharam as portas, impedindo passageiros de entrar.

De acordo com relatos, os ônibus da linha costumam sair bem cheios de passageiros nesse horário, mas na ocasião, os veículos estavam com pouca lotação, e mesmo assim, fecharam as portas para impedir os demais de embarcarem.

O operador de caixa, João Victor de Oliveira Sobrinho, 20 anos, era um dos passageiros que pretendia embarcar no ônibus como todos os dias, para ir trabalhar. De acordo com ele, ao descer de outro ônibus, teve que correr ao perceber que o ônibus 080 já estava fechando as portas.

“Tinha dois 080 que estavam fazendo a linha sentido bairro-centro. O de trás fechou as portas, e a gente correu para pegar o da frente, só que ele também fechou as portas e deixou todo mundo para trás”, explica.

Ônibus articulado quebrado

O ônibus que costuma fazer a linha 080 neste horário é articulado, mas o veículo estava quebrado na ocasião, sendo substituído por dois ônibus menores, chamados de ônibus ‘rabicho’. Mesmo com pouca lotação, ambos os ônibus partiram do terminal, deixando passageiros para trás.

“O ônibus de rabicho não pode sair antes do ônibus da frente. Primeiro ele precisa lotar, e só assim sair, deixando o de trás para os passageiros que estão desembarcando de outros ônibus, e então saírem juntos. Mas não foi siso que aconteceu nesse dia”, explica João Victor.

Os passageiros correram para alcançar o ônibus e bateram no vidro da porta para tentar chamar a atenção do motorista, mas foram repreendidos por um guarda da GCM (Guarda Civil Metropolitana), que alertou que se caso danificassem o veículo, teriam que pagar do próprio bolso.

O Jornal Midiamax entrou em contato com o Consórcio Guaicurus, mas até o momento não obteve respostas. O canal segue aberto para manifestações.