A obra de restauração nos 38,156 quilômetros da MS-286 entre Aral Moreira e o Posto Taji avança para a fase final da sua execução. A rodovia liga a cidade de Ponta Porã e Amambaí. A previsão que a obra seja entregue até o final do ano.

Por meio da Agesul (Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos), autarquia de obras vinculada à Seilog (Secretaria Estadual de Infraestrutura e Logística), o Governo do Estado investiu R$ 46,6 milhões na recuperação da rodovia.

Conforme o fiscal da Agesul que acompanha o andamento dos serviços, o engenheiro Franklin de Oliveira, 34 dos 38 quilômetros da via já foram restaurados, incluindo um trecho de 18 quilômetros entre a Vila Rio Verde do Sul e o Posto Taji, que estava mais crítico.

“Praticamente a pista inteira foi reciclada, com nova base e nova capa asfáltica”, destacou o fiscal.

A restauração da rodovia via melhorar o fluxo de veículos, deixando o trânsito mais seguro, além de contribui com o escoamento da produção agropecuária da região. Junto da restauração, os serviços incluem adequação da capacidade de tráfego e a drenagem do trecho de 38,156 quilômetros.