O jornalista Ciro de Oliveira morreu na madrugada desta quinta-feira (12), aos 74 anos, após sofrer uma parada cardiorrespiratória em . Segundo a família, o comunicador chegou a ser socorrido, mas acabou falecendo a caminho do hospital.

Ciro, que atualmente atuava como editor na TVMS Record, foi um veterano na comunicação sul-mato-grossense e ocupou espaços de destaques em diversas emissoras de televisão e rádio da capital.

Amigo, o também jornalista Bosco Martins relembrou nas redes sociais, ao lamentar a morte, que Ciro começou como aos 13 anos como “garoto de recados”. Ele deixa uma lacuna de saudade aos amigos e colegas de trabalho, que lamentam a partida repentina do comunicador.

“Como apresentador ele entrava na casa das pessoas todo dia. De uma forma tão gostosa. Ciro de Oliveira tinha jeitão alegre e era de um alto-astral sem igual. Vai ser difícil ficar sem esse exemplo de profissional, de colega, de ser humano, de amigo. Perdemos um grande amigo e o perdeu um dos maiores que restavam”, publicou Bosco.

O corpo do jornalista será velado a partir das 6 horas desta sexta-feira (13) na capela do Jardim das , na Avenida Tamandaré. Ciro será cremado às 14 horas desta sexta.

Saiba Mais