Ruas intransitáveis, cobertas de lama e até valas escondidas em meio às poças de água são o cenário que os moradores da cidade de Bonito, a 297 km de Campo Grande, têm que enfrentar após as chuvas que atingiram a cidade nesta quarta-feira (13).

Vídeos enviados ao Jornal Midiamax mostram a extensão dos transtornos vivenciados pelos moradores, que acusam o prefeito Josmail Rodrigues de ter “desasfaltado” as ruas da cidade.

Questionado sobre a situação, o prefeito de Bonito alega que os moradores estão cientes do motivo das obras e afirma que a retirada do asfalto foi a única maneira de resolver o problema, uma vez que o asfalto estava totalmente deteriorado.

“O local está em obras, precisamos remover todo o asfalto, substituir o cascalho e desobstruir os canos de esgoto que estavam todos entupidos. A população precisa entender que é assim que se resolvem os problemas”, disse Josmail Rodrigues.

Após chuva, ruas enchem de lama (Leitor, Midiamax)

20% do asfalto da cidade está ‘podre’

Na Rua das Flores, um dos principais pontos que têm causado transtornos aos moradores, a chuva transformou a área em um lamaçal e um carro foi engolido por uma vala na manhã desta quarta-feira (13). A obra na área está em andamento há 30 dias, com previsão de conclusão em 120 dias, mas as chuvas intensas têm afetado o cronograma.

“Se quebrar o ovo têm que fazer uma omelete, então não da para passar um novo asfalto por cima, por isso estamos fazendo as obras de drenagem”, ressaltou o prefeito.

Carro chuva
Carro engolido pela chuva (Leitor, Midiamax)

Conforme o prefeito, 58% da cidade de Bonito possui asfalto, mas cerca de 20% desse asfalto está contaminado, o que justifica a remoção.

Sobre o carro engolido pela vala, Josmail Rodrigues enfatizou que os moradores precisam ser mais conscientes e evitar transitar por áreas de risco durante as chuvas.

“A cidade está passando por obras, e isso foi amplamente divulgado em todos os canais de comunicação. A chuva chegou a atingir 90 mm na cidade, e quando isso acontece, as pessoas precisam ter consciência e evitar situações de risco”, argumentou o prefeito.

Veja o vídeo:

Leia também: