Três dias após confirmação de caso de gripe aviária em Mato Grosso do Sul, a Iagro/MS afirma que já fiscalizou 1.416 aves, sendo que nenhuma apresentou sintomas da doença (respiratórios ou neurológicos). O caso foi registrado em uma galinha de criação doméstica em Bonito – distante 250 km de Campo Grande.

Diretor-adjunto da Iagro/MS, Cristiano Moreira de Oliveira afirma que o foco foi isolado, todas as aves da propriedade onde o caso foi confirmado, foram sacrificadas e o local passou por limpeza e desinfecção de todas as instalações.

Além disso, em raio de de 10 km da propriedade, foram realizadas 115 vigilâncias com educação sanitária. “Nós atendemos rapidamente o foco, que está totalmente controlado no Estado”, afirma.

Exportação para o Japão

Na noite desta terça-feira (19), o Japão suspendeu a importação de carnes de aves de Mato Grosso do Sul devido ao foco de gripe aviária. A Iagro/MS afirma que a suspensão da importação é uma ação protocolar do Japão.

“Estamos trabalhando para rever e voltar a exportar. Nos próximos dias o Japão deve retomar as exportações”, disse o diretor-adjunto da Iagro/MS, Cristiano Moreira de Oliveira.

Dados do Mapa revelam que Mato Grosso do Sul exporta 18,4% da produção de carne de aves in natura. O Brasil é o país que mais exporta frango para o mundo todo e representa 35% da comercialização do mercado global.