Grupo Brisanet. Esse nome pode ainda não ser familiar para os sul-mato-grossenses, mas em breve poderá ser a operadora da maioria dos moradores do Estado. Isso porque a empresa do interior do Ceará venceu o leilão do 5G para fornecer internet de alta qualidade para as cidades com menos de 30 mil habitantes do Centro-Oeste – o que vai incluir a maioria das cidades de Mato Grosso do Sul.

O leilão foi realizado em 2021 e o prazo para o fornecimento do 5G – até o momento – é até o fim de 2029. Porém, a empresa afirma que pretende disponibilidade a tecnologia no Mato Grosso do Sul em 2026. Para isso, vai se tornar uma operadora de telefonia celular, fazendo frente a grandes empresas que atualmente dominam o mercado.

Dos 79 municípios de Mato Grosso do Sul, 64 devem receber o sinal do 5G pela Brisanet nos próximos anos. A empresa afirma que, oficialmente, ainda não tem um plano de negócio definido para o Centro-Oeste. Contudo, informalmente, há rumores de que a Brisanet deve firmar parceria com empresas locais com rede de fibra ótica já instalada.

Mas afinal, quem é Brisanet?

A empresa é cearense e foi criada por um vendedor de antenas parabólicas visionário. José Roberto Nogueira é natural de Pereiro, uma cidade de 16 mil habitantes no interior do Ceará, e atual presidente da companhia.

Com foco em fornecer internet de qualidade com baixo custo ao maior número de pessoas, a Brisanet cresceu e atualmente atende 1,2 milhão de consumidores no Nordeste do país. Por lá, a empresa já vende chips.

No site oficial, a Brisanet oferece um plano individual de 15 gb, com 10 gb do plano, mais 5 gb de portabilidade, por R$ 29,99, além de três primeiros meses grátis. Nos planos de internet residenciais, os valores variam de R$ 99,90 por 700 mega até R$ 139,90 por 500 mega.

Leilão de internet 5G

O valor ofertado pelo bloco Centro-Oeste de 3,5 GHz do 5G foi de R$ 105 milhões, adicionados do compromisso de oferecer cobertura 5G em 383 cidades com menos de 30 mil habitantes até 2029, e de ágio-compromisso de oferecer cobertura 5G em 57 localidades em municípios com menos de 30 mil habitantes em 2030. 

O leilão foi realizado em novembro de 2021. Na época, Nogueira disse que a expectativa é que a combinação das redes de fibra óptica com o sinal 5G leve a empresa a oferecer todas as novidades no campo de telecomunicações.

“A capilaridade do Grupo Brisanet é fundamental para a implantação do 5G. Juntos, todos esses recursos possibilitarão o verdadeiro processo de inclusão digital das classes A-Z, uma vez que farão a logística de distribuição de centenas de serviços tecnológicos nas próximas décadas”, afirma José Roberto Nogueira.