A Loja Marisa do Shopping Norte Sul Plaza é a segunda unidade em Campo Grande que corre o risco de ser despejada. A administração do empreendimento entrou com ação de despejo, assim como fez o Shopping Campo Grande.

Conforme os autos do processo, a dívida que a rede de lojas de roupa tem com o shopping chega a R$ 698.576,33, por atraso em aluguel, os encargos e fundo de promoção. Por conta disso, a administração pede pelo despejo da loja.

No caso do Shopping Campo Grande, a dívida pode chegar a mais de R$ 213 mil em aluguéis. O centro comercial alega que a loja de departamento está em débito de janeiro a abril de 2023.

As ações movidas em Campo Grande são apenas algumas das solicitações de despejo que têm como alvo as unidades da Loja Marisa, por inadimplência. Segundo informações do site Estado de São Paulo, ações foram movidas a partir de fevereiro, quando companhia admitiu não ser capaz de pagar contas que somam R$ 600 milhões.

Dívida

Conforme o Estadão, credores da empresa entraram com o pedido de falência da companhia por dívidas.

No início de maio, o CEO da rede de lojas Marisa, João Pinheiro Nogueira Batista, anunciou o fechamento de 91 unidades da empresa, em um processo que deve custar cerca de R$ 62 milhões.

Em entrevista ao Broadcast, o presidente da varejista destacou que entre os fatores que levaram à crise está a concorrência de marketplaces estrangeiros, como Shein.

“É um processo extremamente doloroso, já que cada loja emprega, em média, 20 pessoas. Um período dificílimo para todos”, ressaltou Batista, na época.