Será que teremos mais onda de calor extremo em outubro? O novo mês, com certeza, “chegou com esta pergunta”, mas, fato é que setembro ficou na história com a “onda de calor”, que iniciou no dia 17 de setembro, em pleno domingão. Desde então, tornou-se comum ouvir falar em 40°C, até 43°C em municípios brasileiros, alguns deles em . E Campo Grande também teve altas temperaturas, registrando sete graus acima da média neste último mês de setembro.

Segundo relatório do clima, obtido pelo Jornal Midiamax, a temperatura média na capital sul-mato-grossense foi de 30,6°C, sendo a máxima de 37,6°C, registrada no dia 22 de setembro. Já a quantidade de chuvas ficou abaixo da média, com 64,2 milímetros, enquanto a média histórica para este mês é de 78,2 milímetros. E a umidade chegou a 15% no dia 15 de setembro.

“Este relatório conta com diversas instituições de pesquisa, porém, quem representa é o [Instituto Nacional de Meteorologia]. E a média histórica, como o próprio nome fala, é dos últimos 30 anos. E Campo Grande está muito quente e as pessoas podem esperar ainda mais calor para outubro, principalmente porque estamos sob a influência de um fenômeno que potencializa as temperaturas”, explicou o meteorologista Natálio Abraão.

Desta forma, a recomendação é se hidratar e acompanhar as previsões. “As temperaturas devem continuar assim pelos próximos dias, então, é uma causa e efeito e pecuaristas e agricultores devem tomar as providências, principalmente por possuírem áreas abrangentes em todo o estado. Setembro encerrou com sete graus acima da média e agora será ainda mais quente”, argumentou Abraão.

Ponta Porã teve 10,7°C acima da média em setembro

Ponta Porã
Ponta Porã também teve índices históricos. (Marcos Morandi, Midiamax)

Já na fronteira, como Ponta Porã, na região sul do Estado, a temperatura máxima foi registrada no dia 24 de setembro, com 37,9°C, apontando 10,7°C acima da média.

Ao todo, foram 29 milímetros de chuva, sendo que o esperado era 111 milímetros.

No dia 15 de setembro, mesmo dia em que a umidade estava baixíssima em Campo Grande, o município registrou 16%.

Previsão para outubro é de mais calorão

Conforme previsão do Cemtec (Centro de Monitoramento do Tempo e do Clima), entre segunda (2) e quinta-feira (5), uma nova onda de calor deve chegar a Mato Grosso do Sul e elevar as temperaturas a 43°C. A previsão indica que são esperadas altas temperaturas, principalmente nas regiões pantaneira, sudoeste e norte do Estado, nessas regiões, a temperatura máxima deve ficar entre 40-43°C.

Historicamente, o mês de outubro é um dos mais quentes do ano e costuma ter os maiores registros de tempestades severas no Estado. Nessa época do ano, é comum a ocorrência de tempestades acompanhadas de raios, granizo e, principalmente, vendavais.

Conforme o , a análise dos modelos de previsão do tempo indicam que outros sistemas de alta pressão atmosférica devem se formar durante a primavera, o que contribui para novas ondas de calor. Além disso, atuação do El Niño irá intensificar as altas temperaturas em todo o Estado.

Saiba Mais