Voluntários e institutos realizam plantio de 500 mudas em áreas queimadas no Pantanal

Com ajuda de uma lancha, plantio foi feito em regiões ribeirinhas
| 27/01/2022
- 15:59
Equipe com 20 voluntários realizou o plantio.
Equipe com 20 voluntários realizou o plantio. - (Foto: Divulgação/PMA)

A PMA (Polícia Militar Ambiental), Instituto Acaia Pantanal, empresa Zanir Furtado e voluntários realizaram nesta quarta-feira (26) uma ação para ajudar na recuperação do bioma pantaneiro, plantando cerca de 500 mudas em regiões ribeirinhas de Corumbá, a 417 quilômetros de Campo Grande.

O objetivo é auxiliar a recomposição da vegetação na área afetada pelas queimadas dos últimos anos, especialmente, à margem do curso d’água. Segundo a PMA, a equipe se reuniu cedo, às 5h, e com apoio de lancha, se deslocou do porto de Limoeiro até a Jatobazinho, que fica a 80 km da região urbana de Corumbá pelo rio Paraguai.

Além da participação de 20 pessoas, moradores das comunidades também participaram do plantio e se comprometeram a cuidar das mudas plantadas. “A atividade foi planejada pelas entidades pensando no legado importante a ser deixado às futuras gerações e na importância de cada um contribuir para a manutenção do ambiente equilibrado e, principalmente, com o objetivo de cada vez mais despertar a sensibilidade ambiental na população, por meio da Educação Ambiental”, informou a PMA, em nota.

Dentre as mudas plantadas estão as espécies piúva, aroeira e ingá do brejo. Ainda no início do mês, outras equipes iniciaram a força-tarefa, a parceria entre o IHP (Instituto Homem Pantaneiro), NFC (Nós Fazemos o Clima) e a Agrosintropia também está dando uma nova esperança para gerar mais vida, plantando desde árvores de rápido crescimento a frutíferas de diversos tipos.

 

Veja também

Campanhas de agasalhos são realizadas por município, governo e instituições

Últimas notícias