UFMS lança nova edição da Candil, revista de divulgação científica da instituição

A publicação apresenta produções acadêmicas, científicas, tecnológicas, artísticas e culturais desenvolvidas na Universidade
| 22/01/2022
- 12:53
UFMS lança nova edição da Candil, revista de divulgação científica da instituição
(Foto: Reprodução/UFMS)

Está no ar, a décima edição da Candil, a revista de divulgação científica da . A publicação é produzida pela Agecom (Agência de Comunicação Social e Científica) e apresenta produções acadêmicas, científicas, tecnológicas, artísticas e culturais desenvolvidas na Universidade.

O destaque da capa desta edição é para o incentivo à formação de atletas. Na reportagem, você poderá conhecer a ação de extensão conhecida como Projeto Medalha, que promove atendimento multiprofissional para melhorar o desempenho de esportistas do estado.

Na Entrevista, o presidente da Andifes (Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior), Marcus David, analisa o atual cenário das universidades federais do Brasil e fala sobre os desafios de 2021 e as perspectivas para o novo ano.

Por meio da Candil, é possível ver a beleza da ciência ao ler sobre a possibilidade de transformar plástico em sensores eletroquímicos, ou saber como a desigualdade social impacta os fenômenos naturais. Até mesmo entender como ela está presente em diferentes setores da sociedade: na saúde, um novo método de diagnóstico usa a Inteligência Artificial para detectar a Leishmaniose; na culinária, os estudos sobre os benefícios dos óleos vegetais para a nossa saúde, em especial, o extraído da semente de mamão papaia.

A arte também se destaca. Nesta edição, por meio da poesia de Manoel de Barros, que completaria 105 anos, no dia 19 de dezembro de 2021.

Sobre a relação Universidade e sociedade, um projeto de extensão do Câmpus de Paranaíba atende crianças com o Transtorno do Espectro Autista; outro contribui para o empoderamento de meninas e mulheres da região do Pantanal; e a Justiça Federal Itinerante chega a regiões de difícil acesso para levar serviços básicos a moradores de assentamentos rurais de Corumbá.

Por fim, na seção Memória, uma homenagem aos servidores da Universidade.

A publicação completa pode ser conferida online.

Veja também

Nove indígenas foram para o hospital da região e outros não procuraram ajuda médica por medo

Últimas notícias