Tradicional desfile cívico do aniversário de Campo Grande abre inscrições para entidades

Desfile cívico faz parte da programação em alusão aos 123 anos da Capital
| 19/07/2022
- 12:21
desfile cívico
Desfile cívico de 2019 (Foto: Divulgação/PMCG)

Após dois anos, por conta da pandemia, o tradicional desfile cívico em alusão ao aniversário de Campo Grande retornas às ruas, no dia 26 de agosto. A Prefeitura Municipal comemora a emancipação política-administrativa e abre , nesta terça-feira (19), para entidades interessadas em fazer parte da programação.

A Prefeitura organizou diversas atividades culturais durante o período, abrangendo desde os bairros até o centro da cidade, no trecho da Rua 13 de Maio – entre a Avenida Mato Grosso e a Rua 7 de Setembro – onde ocorrerá o desfile. De acordo com o secretário municipal de Cultura e Turismo Max Freitas, a ideia é envolver toda a população ao longo da semana até o dia da parada.

“Temos programados musicais e outras apresentações para os campo-grandenses como forma de comemorar tanto o aniversário de nossa querida cidade quanto a retomada desse tradicional calendário de eventos. Esperamos ver novamente a Rua 13 de Maio lotada e um desfile repleto de alegria para prestigiarmos”, disse Max.

Vale lembrar que o feriado municipal do dia 26 de agosto já foi adiantado, conforme o Decreto n. 14.683, de 19 de março de 2021, portanto, o desfile deste ano será celebrado no domingo (28). E, para abrilhantar a festividade, entidades e escolas da Cidade Morena estão convidadas a participar, trazendo bandas, fanfarras, alegorias e muito mais.

Os interessados em se inscrever devem preencher uma ficha cadastral, que pode ser acessada clicando aqui, e enviá-la para o e-mail sectur.fomento@gmail.com. Quem preferir também pode entregar o documento presencialmente na sede da Sectur, localizada na Rua Usi Tomi, n.º 567, Bairro Carandá Bosque, entre as 7h30 e 17h.

O período de inscrição segue até 18 de agosto. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone 99226-7604 (Clarice).

Veja também

Isso se dá ao fato do aumento do número de mulheres chefes de lares no país

Últimas notícias