Publicados recursos do processo seletivo para professores temporários em MS

Recurso é referente à etapa da avaliação curricular, que foi reavaliada pela banca após questionamento do Governo
| 15/02/2022
- 12:44
Publicados recursos do processo seletivo para professores temporários em MS
(Foto: Divulgação)

O Governo do Estado publicou, nesta terça-feira (15), em Diário Oficial, o resultado do recurso dos candidatos ao cargo de professor temporário na Rede Estadual de Ensino. O recurso é referente à etapa de avaliação curricular, que teve a nota dos mais de 16 mil candidatos recalculada após pedido do Governo do Estado.

CONFIRA LISTA AQUI

A reavaliação das notas foi feita pela (Fundação de Apoio à Pesquisa, ao Ensino e à Cultura) após determinação da SAD (Secretaria de Estado de Administração e Desburocratização) e da SED (Secretaria de Estado de Educação), que encontraram inconsistências na etapa 3, de avaliação curricular. 

A Fapec ainda atrasou a reanálise da pontuação, já que o prazo dado pelo Governo era até o meio-dia da segunda-feira, 7 de fevereiro. Em nota, a instituição alegou que, além do prazo ser curto, já que a solicitação foi feita no dia 3 de fevereiro, parte da equipe da instituição foi atingida pelas doenças Covid-19 e influenza A H3N2.

Erro e editais cancelados

A Fapec (Fundação de Apoio à Pesquisa, ao Ensino e à Cultura) admitiu que errou na avaliação dos candidatos a professores temporários na Rede Estadual de Ensino. Segundo nota oficial publicada pela instituição, o erro foi em uma das etapas, a prova de títulos. "No dia 1° de fevereiro de 2022 realizou o envio da classificação dos candidatos selecionados em seu componente curricular e nas modalidades Apees (Apoio Pedagógico Especializado para Estudantes Surdos) e APE (Apoio Pedagógico Especializado), em documentos separados. No dia 2 de fevereiro, os candidatos entraram em contato com a Fapec informando um equívoco no resultado de suas habilitações", começa explicando a nota.

Candidatos prejudicados

Segundo vários professores candidatos, que divulgaram uma carta aberta no dia 4 de fevereiro, os principais questionamentos que envolvem a seleção têm relação com a mesma etapa, a prova de títulos. A primeira reclamação tem como base a dificuldade de anexar os títulos no site da Fapec, quando muitos candidatos não conseguiram anexar seus documentos, ou quando conseguiram tiveram alguns deles ignorados na avaliação da banca, o que pode ter causado prejuízo na nota final.

O segundo questionamento é justamente a resposta dos recursos protocolados pelos candidatos em relação aos erros citados acima. "Tal fato ocasionou pontuações erradas, recursos indeferidos sem justificativa, não habilitação do profissional para o exercício do trabalho. Relatamos também, instabilidade e oscilação sistêmica na página da empresa responsável FAPEC-MS", diz trecho da nota, articulada pela candidata Juliane Barbosa Correa junto aos demais professores. Ela também alega não ter conseguido anexar alguns documentos.

Veja também

Índice de baixa umidade deve variar entre 30% e 20% ao longo do dia, segundo o Instituto

Últimas notícias