Neste domingo (20), os 43,4 mil candidatos que irão fazer o Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) em Mato Grosso do Sul já estão se preparando para o 2º e último dia do exame. Por isso, é importante relembrar o que pode ou não pode fazer no Enem, para evitar desclassificação.

Antes de entrar na sala, o participante receberá um envelope porta-objetos para guardar todos os itens proibidos. Equipamentos eletrônicos precisam estar desligados e guardados dentro do envelope, e que este seja alojado debaixo da carteira.

É importante ressaltar que às 11h (horário de Mato Grosso do Sul), começarão os procedimentos de identificação com a abertura dos portões. A ida ao banheiro após esse horário requer nova identificação do participante para retorno à sala. Os candidatos devem se planejar para não perder a hora do Enem.

Agora é hora de separar o cartão de confirmação, a caneta preta com embalagem transparente, a garrafa de água, também com embalagem transparente, e o lanchinho.

No segundo dia do Enem, os portões serão abertos às 11h (horário de MS), com fechamento às 12h, e as provas terão início às 12h30, assim como no 1º dia. Entretanto, a aplicação acontece até às 17h30.

Entretanto, por não ter que fazer a redação, os candidatos também vão ter menos tempo de prova. Enquanto no dia 13, eles enfrentaram uma maratona de 5h30, no próximo domingo, o intensivo terá apenas 5h.

Tudo envelopado

O participante pode ser eliminado se portar qualquer um dos itens a seguir fora do envelope porta-objetos fornecido pelo aplicador da prova do Enem, ao ingressar na sala de provas:

  • Declaração de comparecimento impressa;
  • Óculos escuros e artigos de chapelaria, como boné, chapéu, viseira, gorro ou similares;
  • Caneta de material não transparente, lápis, lapiseira, borrachas, réguas, corretivos;
  • Livros, manuais, impressos, anotações;
  • Protetor auricular;
  • Relógio de qualquer tipo;
  • Quaisquer dispositivos eletrônicos, como telefones celulares, smartphones, tablets, wearable tech, máquinas calculadoras, agendas eletrônicas e/ou similares, ipods, gravadores, pen drive, mp3 e/ou similar;
  • Alarmes, chaves com alarme ou com qualquer outro componente eletrônico;
  • Fones de ouvido e/ou qualquer transmissor, gravador e/ou receptor de dados, imagens, vídeos e mensagens;
  • Quaisquer outros materiais estranhos à realização da prova.

É proibido portar bebidas alcoólicas e usar drogas ilícitas ou cigarros e outros derivados do tabaco, no local de provas, conforme recomendação do Inep.

O que levar para comer?

A escolha dos alimentos para serem consumidos durante as provas do Enem é fundamental, segundo nutricionistas ouvidos pelo Brasil Escola, que elencaram os produtos recomendados para levar nos dias de prova do Enem:

  • Frutas, tais como a banana e a maçã;
  • Barra de proteínas;
  • Sanduíche natural;
  • Chocolates com maior teor de cacau;
  • Castanhas;
  • Iogurtes proteicos.

A recomendação é escolher carboidratos saudáveis na hora do exame, pois eles são rapidamente absorvidos pelo organismo, garantindo energia de forma mais rápida ao corpo. Além disso, para manter o corpo hidratado durante o exame, recomenda-se levar uma garrafa d’água.

Enem 2022

Mato Grosso do Sul tem 43.415 participantes inscritos no Enem. Neste 2º dia de Enem, os participantes realizarão as provas de ciências da natureza e suas tecnologias, assim como de matemática e suas tecnologias. Serão 45 questões em cada área do conhecimento.

A taxa de abstenção no primeiro dia de prova do Enem, realizada no domingo (13), foi superior a 32% em Mato Grosso do Sul. Dos 43,4 mil, 29.852 compareceram aos locais de prova.

Do mesmo modo, a taxa de abstenção entre os que realizaram a prova em computador foi grande. Entre os 1.269 inscritos, 572 realizaram a prova, gerando cerca de 55% de abstenção.