Campo Grande e Governo de MS debatem sobre o fim do uso da máscara nesta quarta-feira

Município se encontra com a CDL e SES realiza reunião a portas fechadas
| 09/03/2022
- 18:09
Ilustrativa
Ilustrativa - (Foto: Leonardo de França / Jornal Midiamax)

O debate sobre o fim da obrigatoriedade do uso da máscara em locais fechados chegou às estâncias de poder em Mato Grosso do Sul. Na tarde desta quarta-feira (9), a (Prefeitura Municipal de Campo Grande) se reunirá com a CDL (Câmara de Dirigentes Lojistas) e entidades. Na esfera Estadual, a SES (Secretaria de Estado de Saúde) se reunirá a portas fechadas para debater o assunto.

A liberação da proteção já está sendo deliberada em outros estados e capitais do país como Rio de Janeiro e São Paulo.

Conforme o secretário da SES, Geraldo Resende, não haverá uma definição sobre o tema hoje. “É uma reunião preliminar e interna para ver como vamos encaminhar isso ao Prosseguir.  Não vai ser decido nada hoje”, disse o responsável pela pasta.

No âmbito do debate municipal, o presidente da CDL espera o fim da obrigatoriedade. “Estamos provocando a prefeitura há algum tempo. A expectativa é que a gente tenha um resultado bastante positivo, com a flexibilização do uso da máscara. Seguimos todas as medidas de forma muito respeitosa e agora chegou a hora de flexibilizar e permitir que possamos retirar as máscaras. Quem entende que ainda é necessário continua usando, mas que a nossa liberdade seja devolvida”, finalizou.

Boletim epidemiológico

O boletim epidemiológico da desta quarta-feira (9) registrou oito óbitos em 24h. As notificações indicaram 1.269 novos casos em Mato Grosso do Sul em 24h. A média móvel de mortes (dos últimos sete dias) passou de 11,1 para 9,6. Já a média móvel de notificações está em 1.016,7. Até o momento, o total de mortes é de 10.423 e o número de notificações total é de 510.376.

Mato Grosso do Sul não registrou óbitos por influenza em 24h. O número de mortes é de 91 pessoas, com cinco casos notificados nas últimas 24h, o que totaliza 482 notificações desde o início dos registros.

UTI

Nesta sexta, a taxa de ocupação global das UTIs em MS na macrorregião de Campo Grande registra 78% de ocupação, já a macrorregião de Dourados tem 72%, a de Três Lagoas 32%, e Corumbá tem 59% de ocupação.

Veja também

A Funtrab (Fundação do Trabalho de Mato Grosso do Sul) oferece 1.023 vagas de emprego...

Últimas notícias