Policiais Militares Ambientais iniciaram os trabalhos de fiscalização nas peixarias e restaurantes de Dourados. O objetivo das ações é identificar a quantidade de pescado existente para comercialização.

Em Dourados, os agentes conseguiram catalogar mais de 10 toneladas de pescado. Durante os levantamentos, nenhuma irregularidade foi encontrada, segundo informações da Polícia Militar Ambiental.

Durante as fiscalizações, são verificadas as declarações apresentadas pelos proprietários dos estabelecimentos, bem como a conferência de peso e se está sendo executada a baixa no estoque, conforme a venda ou uso do pescado.

O controle de estoques dos estabelecimentos que comercializam pescado é realizado para evitar que peixarias, ou outros estabelecimentos adquiram pescado irregular, evitando assim, a captura nos rios, pois se não há para quem vender, certamente o pescador não irá capturar peixe neste período. Dessa forma, torna-se um tipo de prevenção.