Um projeto de lei institui que pessoas que sofrem de neurofibromatose passem a ser consideradas PcDs (Pessoas com Deficiência). A proposta será válida em todo território de Mato Grosso do Sul.

O projeto de lei foi protocolado na ( de Mato Grosso do Sul). Assim, se aprovado, todas as pessoas com síndrome de Von Recklinghausen poderão usufruir de benefícios sociais para PcDs.

Além disso, a proposta prevê acompanhamento clínico, social e laboratorial aos portadores de neurofibromatose. De autoria do deputado Antônio Vaz (Republicanos), o projeto é justificado pelas consequências que a doença pode causar nos afetados pela síndrome.

“Acarreta diversos impedimentos ao longo da vida do portador, constatando a deficiência do indivíduo e a necessidade de ser incluído no rol de pessoas com deficiência no Estado de Mato Grosso do Sul”, pontua o deputado.