Campo Grande registrou 37 mm de chuva neste domingo e acumulado pode ultrapassar média prevista para maio

Apesar de menos intensa, chuva de domingo encheu córregos e causou transtorno em UPA
| 15/05/2022
- 19:28
chuva em CG
(Foto: Henrique Arakaki/Midiamax)

O domingo (15) foi de chuva em diversos bairros de Campo Grande. Foram registrados 37,2 mm no Jardim Panamá, 36,4 mm na Vila Santa Luzia, 34,4 mm no Universitário e 15,4 no Carandá Bosque.

De acordo com o meteorologista da Uniderp, Natálio Abraão, já foram registrados 74,2 mm de chuva apenas no mês de maio, em Campo Grande. Se a média continuar, o mês deve fechar com acumulado acima do esperado, de 90,0 mm.

Apesar de mais fraca do que a registrada no sábado (14), a chuva de hoje foi suficiente para aumentar o volume do córrego que segue a Avenida Fernando Côrrea da Costa. O mesmo na Avenida Ernesto Geisel, no bairro Nhanhá. Não houve e registro de prejuízo causado nas regiões.

Até mesmo a sala de medicação na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) do bairro Universitário foi afetada. Conforme vídeos e informações encaminhadas por leitores do Jornal Midiamax, a sala de medicação inundou, após o teto não aguentar com a quantidade de água das chuvas, por volta das 14h50 de hoje.

O dia também fui chuvoso no interior do Estado. Em Corguinho foram registrados 44,0 mm de chuva, 28,6 mm em Dois Irmãos do Buriti, 11,2 mm em Maracaju, 7,0 mm em Dourados, 14,6 mm em Ivinhema, 16,0 mm em Corumbá, 14,0 mm em Bataguassu, 9,1 mm em Aquidauana e 1,6 mm em Coxim.

Ainda na tarde de ontem (14) um forte atingiu a Capital, gerando alagamentos, queda de árvores e deixando 45 bairros sem energia. De acordo com a Energisa, foram registrados ventos de 80 km/h, que causaram estragos no sistema elétrico, com quedas de árvores e rompimento de cabos. Foram 500 ocorrências em Campo Grande e 950 e todo Mato Grosso do Sul.

Veja também

Vencimento da primeira parcela e da cota única ocorrerá no dia 15 de julho

Últimas notícias