A vacinação em escolas municipais de começou nesta terça-feira (1). A primeira escola a receber um ponto de vacinação foi a Escola Municipal Professora Ana Lúcia de Oliveira Batista, no Jaridm Paulo Coelho Machado, uma das oito escolas escolhidas na Capital. Confira lista completa no fim da matéria. Outros dois distritos, Anhanduí e Rochedinho, também vão receber vacinação em escolas.

Segundo a (Secretaria Municipal de Saúde), os polos nas escolas têm capacidade para aplicar 500 doses por dia. As equipes devem se dividir em duas escolas e ficar uma semana em cada unidade.

[Colocar ALT]
Pais com crianças esperando a vacina (Foto: Marcos Ermínio)

Atualmente, 17,9 mil crianças de 5 a 11 anos se vacinaram em Campo Grande — o público dessa faixa etária é de 93 mil. “O ideal seria vacinar todas as crianças até o início das aulas”, disse o secretário de Saúde, José Mauro filho.

As aulas da Reme (Rede Municipal de Ensino), no entanto, começam no próximo dia 14, daqui a duas semanas, fato que deve forçar a vacinação nas escolas a avançar durante o calendário escolar.

Diante disso, conforme a secretária Municipal de Educação, Elza Fernandes, em vez da vacinação ser realizada nos pátios das escolas, onde está sendo feita neste momento, elas serão transferidas para as quadras.

A pequena Ana Clara, de 5 anos, foi a primeira criança a se vacinar na escola Ana Lúcia de Oliveira Batista. Ela foi levada pela avó, dona Justa Pastora, de 60 anos, que também levou o outro neto, Davi Emanuel, de 7 anos.

“Com certeza ajuda muito a vacinação ser realizada nas escolas. Ficamos sabendo ontem da vacinação e aqui fica a cinco quadras de casa. Acho muito importante ainda mais agora com as aulas começando”, disse Justa.

Depois de ver a irmãzinha chorar, Davi se mostrou tranquilo. “Não doeu. É muito importante os amigos irem se vacinar. Porque sem a vacinação, todo mundo pega Covid, e com a vacina não pega”.

Capacidade é de 500 atendimentos por dia nas escolas (Foto: Marcos Ermínio)

 

Adultos também podem se vacinar

Também presente no início da vacinação, o prefeito (PSD) informou que, apesar da prioridade ser a vacinação de crianças de 5 a 11 anos, adultos também podem se vacinar nas escolas. Atualmente, segundo dados da Sesau, em Campo Grande, 73 mil pessoas tomaram a primeira dose e 22 mil a segunda. 

“Queria reforçar também que vacinação para os pais e crianças é facultativa”, finalizou.

[Colocar ALT]
Davi de 7 anos tomando vacina (Foto: Marcos Ermínio)

Vacinação nas escolas

Oito escolas municipais de Campo Grande serão polo de vacinação contra a Covid-19. A ideia era cogitada pela Sesau (Secretaria Municipal de Saúde) antes mesmo do início da vacinação de crianças entre 5 e 11 anos e estava relacionada também à desativação do drive da UCDB (Universidade Católica Dom Bosco).

As escolas definidas foram:

  • Ana Lucia de Oliveira Batista, na Rua Perciliana Barbosa Ferreira, 540, Paulo Coelho Machado;
  • Elpídio Reis, na Rua Tertuliana Ghersel Cattaneo, 66, Bairro Mata do Jacinto;
  • Geraldo Castelo, Rua Padre João Cripa, 218, Vila Castelo;
  • Nerone Maiolino, Rua Marau, 63, Bairro Vida Nova II;
  • Professor José de Souza, Rua das Camélias, 360, Bairro Buriti;
  • Professora Iracema Maria Vicente, Rua Rotterdan, 2053, III;
  • Professor Fauze Scaff Gattas Filho, Avenida Nº 2, 21, Bairro Nova Campo Grande;
  • José Mauro Messias da Silva ‘Poeta das Moreninhas', na Rua Ivo Osman Miranda, 281, Bairro Moreninha IV.