Cotidiano

Escolas podem ser usadas para vacinação de crianças em Campo Grande

Imunização para o público infantil deve começar neste mês

Mayara Bueno Publicado em 09/01/2022, às 14h53

Imagem ilustrativa.
Imagem ilustrativa. - (Foto: Jornal Midiamax, Arquivo)

A Sesau (Secretaria de Saúde) cogita utilizar espaços de escolas públicas para vacinação de crianças. Com Pfizer já autorizada e expectativa para que a Coronavac possa ser aplicada no público entre 5 e 11 anos, os espaços seriam complementos às 72 unidades de saúde que disponibilizam as doses, além dos drives. 

De acordo com o secretário de Saúde de Campo Grande, José Mauro Filho, para que a ampliação seja possível, será preciso fornecer espécie de estrutura hospitalar nas instituições de ensino, conforme orientação, afirma. Atualmente fornecendo espaço para vacinação, a UCDB (Universidade Católica Dom Bosco) pode ter o drive desativado, caso retome aulas presenciais. 

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) analisa a liberação da vacina da Coronavac para crianças e, em sinal positivo, o início da campanha para este público em Campo Grande começaria mais cedo. "Se for a mesma vacina que temos, iniciamos nesta semana".

Até então, a Pfizer já tem autorização, mas o início da campanha depende do envio de doses, que deve chegar na segunda quinzena de janeiro, diferente da Coronavac, que tem em estoque.

Jornal Midiamax