Após 2 meses, obras de terminais de pré-embarque na Gunter Hans serão retomadas em março

Moradores e comerciantes não se agradam com os pontos de embarque e desembarque na avenida
| 10/02/2022
- 19:29
Após 2 meses, obras de terminais de pré-embarque na Gunter Hans serão retomadas em março
Leonardo de França, Midiamax

As obras de revitalização e implantação de terminais de pré-embarque na Avenida Gunter Hans em Campo Grande começaram em março de 2021 e, após uma pausa nas interferências, homens voltarão a trabalhar na via a partir do próximo mês. A (Secretaria Municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos) informou que obra será retomada em março.

[Colocar ALT]
Foto: de França, Midiamax

A chegada da obra e a existência dos pontos de ônibus não agradaram os moradores e comerciantes. Ana Cristina Rabelo, de 49 anos, é comerciante na região e disse que as obras estão paradas desde antes das festas de final de ano.

“Antes do Natal já estava parado. O tanto de acidentes que acontece aqui, com carro, ônibus, moto, ainda mais ali onde diminui a faixa. Uma caminhonete caiu no bueiro, que estava sem tampa, essa semana. Não acho que isso [obra dos terminais] foi uma boa ideia”, disse.

Outro morador passava pela reportagem no momento da apuração e parou apenas para dar o seu recado. “Tem placa escrito ‘homens trabalhando’, mas não tem ninguém trabalhando aqui”, comentou o coletor Alessandro Felix, de 50 anos.

Outra comerciante, Wanessa Diogo, de 33 anos, disse que desde outubro, na realidade, não há interferências na obra, mas ainda havia operários e maquinário no local. Sobre os terminais de pré-embarque, ela comenta que poderá ser um risco para acidentes.

“Sinceramente, vai aumentar o risco de acidentes por aqui, nessa extensão aqui não tem muita demanda de passageiros, não tinha necessidade. Os terminais Bandeirantes e Aero Rancho são próximos, não precisava”, pontua.

As obras fazem parte do corredor sudoeste do transporte coletivo na Avenida Gunter Hans/Marechal Deodoro, que além de recapeamento, inclui  estações de embarque e desembarque.

Projeto

A partir da rotatória com as avenidas Bandeirantes e Manoel da Costa Lima, início do trecho em  pista dupla, a faixa exclusiva de ônibus será implantada rente ao canteiro central. As estações de pré-embarque serão implantadas entre as ruas Tabira e Visconde de Suassuna; entre a Avenida  Panambi Vera e a Rua Guaraí; entre as ruas  Roney Paim Malheiros e Tenente Antônio João Ribeiro. A última estação será entre as ruas Eduardo Contar e Túlio Alves Quito.

A Avenida Marechal Deodoro e seu prolongamento, a Avenida Gunter Hans, que até 1980 era o trecho urbano da BR-060,  serve de linha divisória de duas regiões urbanas da cidade: Lagoa e Anhanduizinho, onde somente dois bairros, Aero Rancho e Coophavila 2, têm mais de 50 mil habitantes.

Veja também

O número de enterros deve aumentar ao longo do dia

Últimas notícias