De acordo com a pasta, a doação vai auxiliar na cobertura global de vacinação contra o coronavírus e é um marco da cooperação humanitária internacional.

“É importante lembrar que o envio de imunizantes para outros países NÃO VAI TRAZER PREJUÍZO à vacinação da população brasileira!
É o #BrasilUnido por várias pátrias vacinadas!”, declarou o Ministério nas redes sociais.