O médico e cirurgião vascular Silvio Haddad morreu neste sábado (25), em Campo Grande. Aos 64 anos, lutava uma batalha contra o câncer, além de complicações pulmonares.

Além de médico, Haddad foi um dos primeiros a introduzir o vinho na capital, se tornando presidente da Confraria do Vinho de Campo Grande, além de membro da Loja Maçônica Raul Santos de Matos.

O comunicado de sua morte foi feito nas redes sociais de amigos. O médico deixa um filho, Silvio Haddad Júnior.