Contra suspensão de entrega de casas, moradores protestam na BR-262, em Campo Grande

Moradores do bairro Jardim Teruel 2, em Campo Grande, bloqueiam parcialmente, na tarde desta quinta-feira (30), a BR-262, como protesto pela suspensão de entrega de residências da Emha (Agência Municipal de Habitação), determinada prefeitura para evitar a invasão da área antiga da favela Cidade de Deus. Segundo um dos organizadores da manifestação, Marcio de Lima, […]
| 30/07/2020
- 19:13
Contra suspensão de entrega de casas, moradores protestam na BR-262, em Campo Grande
Rodovia é liberada a cada 15 minutos. (Foto: Leonardo França)

Moradores do bairro Jardim Teruel 2, em Campo Grande, bloqueiam parcialmente, na tarde desta quinta-feira (30), a , como pela suspensão de entrega de residências da (Agência Municipal de Habitação), determinada prefeitura para evitar a invasão da área antiga da favela Cidade de Deus.

Segundo um dos organizadores da manifestação, Marcio de Lima, catador de recicláveis, cerca de 100 pessoas estão no local protestando de forma pacífica com cartazes e pedidos de ajuda. “Estamos aqui contra o decreto que saiu hoje. Somos unidos, não vamos nos acovardar”, disse.

Segundo o chefe da delegacia de Capital, PRF (Polícia Rodoviária Federal), Maurício Pepino, a equipe está acompanhando a movimentação e, inicialmente, não irá interferir. Foi solicitado que os protestantes liberassem a pista de 15 em 15 minutos para não gerar transtorno no trânsito.

“Vamos acompanhar para garantir a segurança, porque tem muitas crianças. Eles estão atendendo o nosso pedido de não interromper totalmente a BR.”

Desde o início da semana, pessoas insistem em permanecer no local que já foi desocupado e recebeu patrulha para derrubar barracos várias vezes. Segundo o presidente da Amhasf (Agência Municipal de Habitação de Assuntos Fundiários), Enéas Netto, a agência está tentando negociar, pois maior parte dos moradores já haviam sido contemplados unidades habitacionais.

Veja também

AAACC está ofertando mais de 2 mil pares de calçados novos com valores entre R$ 30 e R$ 70

Últimas notícias