Protesto contra as reformas fecha trânsito em frente à Assembleia Legislativa

Sindicalistas e manifestantes participam de audiência pública
| 28/04/2017
- 21:32
Protesto contra as reformas fecha trânsito em frente à Assembleia Legislativa

Sindicalistas e manifestantes participam de audiência pública

Multidão de manifestantes, sindicalistas, já lota o prédio da Assembleia Legislativa, em Campo Grande, onde serão promovidas nesta tarde de sexta-feira (28) audiência pública acerca das reformas da Previdência e Trabalhista, definidas em Brasília.

O trânsito está congestionado. Tanto que o tempo, de carro, da rotatória da Avenida Mato Grosso, até o Poder Legislativo, que demora normalmente em torno de cinco minutos, agora, dura ao menos meia hora.

Em torno de 55 ônibus que vieram no interior do Estado, foram estacionados nos arredores da região da Assembleia.

A tenente da Polícia Militar, Elka, disse que a segurança no local e o trânsito têm sido controlado por ao menos 30 PMs. Policiais do Trânsito também cuidam do local.

Em frente à Assembleia só caminha a pé. O trânsito de veículos está bloqueado, segundo a oficial.

Jaime Teixeira, da Fetems (Federação dos Trabalhadores na Educação de Mato Grosso do Sul), disse que caravanas de todo o Estado vieram para a geral desta sexta-feira, um manifesto contra as reformas propostas pelo governo de Michel Temer.

Pela manhã, houve protesto nas principais praças da parte central e ruas da cidade.

Assista ao vídeo.

Veja também

Inflação, também calculada pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), mostra elevação da inflação no acumulado do ano e pequeno recuo no período de 12 meses

Últimas notícias