Serralheiro foi entubado ao Rosa Pedrossian

 

O secretário de Saúde do Estado, Nelson Tavares, afirmou na manhã deste sábado (14) que o problema da saúde em Campo Grande não é falta de dinheiro, mas de leitos. A resposta foi dada em relação ao serralheiro Fernando Brito, de 57 anos, que chegou a ficar 10 dias internado na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) do Coronel Antonino depois de ser diagnosticado com Gripe A.

De acordo com Tavares, há verba no fundo municipal, mas o problema é que não tem leito em hospital particular. “A dificuldade que nós temos hoje é de conseguir leito. Nem no particular tem leito. Essa questão do sequestro de bens tem acontecido com uma certa rotina, tem sido assim e a dificuldade não é de pagar. Mas não existem leitos privados. A situação não está fácil”, disse, sobre o fato de a Defensoria Pública ter intimado o governo a pagar por uma vaga na rede particular.

Ele pontuou a informação na manhã deste sábado (14) durante a Caravana da Saúde no Centro de Convenções Albano Franco.

Sobre o caso

Há 20 dias Fernando Brito começou a sentir dores no peito e febre. No dia 3 ele foi internado e, depois de fazer exames, foi diagnosticado com suspeita de H1N1.

Paciente é transferido após 10 dias de UPA e secretário explica: 'não há vagas'Sobrinho do paciente, o fotógrafo Rafael Brites, de 27 anos, conta que por causa do grave estado de saúde do tio, foi solicitado encaminhamento para um hospital. Contudo, a resposta que a família recebeu foi que nenhuma unidade tinha leito disponível para receber Fernando.

Revoltados, o filho do paciente procurou a Defensoria Pública, que depois de analisar o caso, determinou que até as 17 horas deste domingo (8), o Governo do Estado teria que disponibilizar encaminhamento ao serralheiro sob pena de custear atendimento em unidade particular de saúde.

Por volta das 17h de ontem (13), o serralheiro foi transferido para a ala vermelha do Hospital Rosa Pedrossian. “Ele foi levado pelo Samu entubado. A gente ainda não conseguiu visitá-lo, estamos esperando para ver como ele está hoje”, disse Rafael.