Saúde investiga morte em Campo Grande que pode ter sido causada pela dengue

Se confirmada, será a primeira morte de dengue na Capital este ano
| 07/05/2015
- 00:44
Saúde investiga morte em Campo Grande que pode ter sido causada pela dengue

Se confirmada, será a primeira morte de na Capital este ano

A SES (Secretaria Estadual de Saúde) investiga uma morte em Campo Grande que pode ter sido causada pela dengue. A informação foi revelada em boletim epidemiológico divulgado nesta quarta-feira (6).

De acordo com a Sesau (Secretaria Municipal de Saúde), a vítima é uma idosa que vivia no Monte Castelo. O resultado do exame confirmando ou descartando a suspeita de dengue sai até sexta-feira (8), conforme anunciado pela Secretaria. Se confirmada, será a primeira morte causada pela doença na Capital este ano. Quatro pessoas já morreram de dengue em 2015 (duas em Sonora, uma em Paranhos e em Corumbá). 

Além do caso na Capital, morte em Aparecida do Taboado, em Juti e duas em Três Lagoas estão sob suspeita da SES e passam por investigação. Os casos de Anastácio (do professor que morreu em Campo Grande) e de Laguna Carapã (do jovem que morreu em Dourados), que até semana passada também estavam em investigação, foram descartados, depois de comprovado que os óbitos não ocorreram por conta da dengue.

na Capital

Campo Grande corre alto risco de epidemia, conforme informado pelo Ministério da Saúde e pelo próprio boletim da SES. Já a Sesau (Secretaria Municipal de Saúde) nega. Até o momento são 3.955 casos na Capital, média de 31 por dia. 

Veja também

Onda de ar polar chega com chuva e pode marcar recorde de frio do ano no Estado.

Últimas notícias