Milhares de apoiadores do presidente Jair Bolsonaro (PL) voltaram a ocupar as ruas em Brasília, São Paulo e Rio de Janeiro e sugerem uma greve geral, com paralisação de empresários e comerciantes, para protestar contra a vitória de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) nas urnas no último dia 30 de outubro.

Os apoiadores ocupam a frente de bases militares como o Comando Militar do Sudeste, em São Paulo (região do Ibirapuera), o Comando Militar do Leste, no Rio de Janeiro (praça Duque de Caxias) e o Quartel General do Exército, em Brasília. Vestidos de verde e amarelo, os manifestantes pedem “intervenção federal” por acreditarem em suposta fraude no processo eleitoral, apesar de inúmeras provas demonstradas pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral).

De acordo com reportagem veiculada pela Jovem Pan, a tendência é que as manifestações aumentem de neste domingo (6), com possibilidade de greve geral a partir de segunda-feira (7).

Segundo o jornal, há correntes nas redes sociais pedindo para que os empresários fechem suas empresas, fábricas e comércios. Nos atos deste sábado e nas redes sociais, foram veiculadas mensagens pedido para que a classe produtiva ‘cruze os braços’. O clamor por uma greve aumentou após os bloqueios organizados por caminhoneiros nas estradas se dissiparem.

Confira algumas manifestações nas redes sociais

https://twitter.com/gustamito22/status/1588984805806727168?ref_src=twsrc%5Etfw%7Ctwcamp%5Etweetembed%7Ctwterm%5E1588984805806727168%7Ctwgr%5E00af72dea9feae2f9c62ec19ae9afd4744d3f1a9%7Ctwcon%5Es1_&ref_url=https%3A%2F%2Fjovempan.com.br%2Fnoticias%2Fpolitica%2Fmanifestantes-voltam-a-se-reunir-em-frente-a-bases-militares-para-protestar-contra-processo-eleitoral.html
https://twitter.com/cajr1569/status/1588932830545018880?ref_src=twsrc%5Etfw%7Ctwcamp%5Etweetembed%7Ctwterm%5E1588932830545018880%7Ctwgr%5E00af72dea9feae2f9c62ec19ae9afd4744d3f1a9%7Ctwcon%5Es1_&ref_url=https%3A%2F%2Fjovempan.com.br%2Fnoticias%2Fpolitica%2Fmanifestantes-voltam-a-se-reunir-em-frente-a-bases-militares-para-protestar-contra-processo-eleitoral.html

Bloqueio nas rodovias

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) informou, na manhã deste domingo (6), que não há mais pontos de bloqueios em estradas e rodovias pelo país, mas ao menos duas interdições de manifestantes seguem ativas, nos estados de Mato Grosso e Pará.

Desde o último domingo (30), apoiadores do atual presidente Jair Bolsonaro (PL) protestam contra a vitória de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) nas urnas. Segundo a PRF, mais de 1020 manifestações foram desfeitas e quase 6 mil autuações foram realizadas.