Agência Brasileira de Inteligência auxilia na prevenção de crimes contra instituições bancárias

Agência ajuda na prevenção de 'tomada de cidades' para assaltos bancários
| 28/05/2022
- 09:14
agência

A Abin (Agência Brasileira de Inteligência) estuda e analisa crimes conhecidos como ‘tomada de cidades’. Assim, tem auxiliado na prevenção de crimes contra instituições financeiras.

A ‘tomada de cidades’ acontece quando instituições bancárias são assaltadas por bandos fortemente armados. Segundo a Abin, normalmente esses crimes acontecem em cidades pequenas e médias, para que o efetivo e equipamentos de pública não sejam o suficiente para a organização do bando.

Segundo o Governo Federal, o tema ganha interesse no meio de instituições financeiras após ataques de grande repercussão em cidades interioranas – como o assalto à Plataforma de Soluções Valores de Araçatuba (SP). Por isso, as instituições bancárias pedem apoio da Abin.

Agência atua

A Agência estaria analisando o fenômeno criminal, para fomentar ações de cooperação com outras agências, para mitigar o crime. Segundo os especialistas da Abin, são realizadas reuniões com profissionais da Febraban (Federação Brasileira de Bancos) e equipes de segurança de instituições bancárias.

Os encontros acontecem para compartilhamento de conhecimentos estratégicos sobre o ilícito. Além disso, mostram o papel da Inteligência na prevenção e na integração de informações.

Por fim, a Agência também apresenta proposta de estruturação de metodologia de análise de risco. Assim, é possível identificar as regiões ou cidades prioritárias para realizar ações de prevenção contra a tomada de cidades.

Veja também

Relatos nas redes sociais mostram momentos de pânico durante a troca de tiros

Últimas notícias