O ex-ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, foi convidado a se filiar ao PSL (Partido Social Liberal) para disputar a Presidência da República em 2022.

Segundo a revista Época, o partido havia escolhido Marcos Cintra, ex-secretário da Receita demitido por Jair Bolsonaro em setembro do ano passado, para tentar convencer Moro a se candidatar ao Planalto.

De acordo com a publicação, e ex-ministro escutou o convite com atenção e agradeceu ao ex-integrante do governo. Porém, disse que não é hora de entrar para a política.

Sérgio Moro deixou o ministério em abril, após acusar Bolsonaro de tentar interferir politicamente no comando da Polícia Federal no Rio de Janeiro.