3 dicas para quem está pensando em se especializar em anestesiologia

| 22/02/2022
- 14:00
3 dicas para quem está pensando em se especializar em anestesiologia
Foto: Pexels

Os médicos anestesiologistas avaliam, monitoram e supervisionam o atendimento ao paciente antes, durante e após a , administrando a anestesia, liderando a equipe de assistência anestésica e garantindo a segurança ideal do paciente.

Além disso, os profissionais são especializados em cuidados anestésicos, controle da dor e medicina intensiva, tornando-se essenciais principalmente em ambiente cirúrgico e de tratamento intensivo.

Para quem deseja ingressar nessa área, listamos abaixo três dicas que devem ser levadas em consideração na hora de escolher a carreira.

Entenda o processo de estudos

Hoje, para se tornar um anestesiologista, o estudante deve fazer seis anos de medicina e mais quatro em residência especializada na área. Portanto, é importante entender todo o processo, afinal, serão pelo menos dez anos de dedicação à área até poder, efetivamente, atuar como um médico anestesista.

Faça um curso preparatório para TSA

No Brasil, os estudantes de medicina ou profissionais que desejam se especializar nessa área devem, além de fazer um curso de residência, se certificar na Sociedade Brasileira de Anestesiologia por meio do Título Superior de Anestesiologia (TSA).

A prova atesta não só os conhecimentos básicos essenciais para esses profissionais, como saúde pulmonar e cardiovascular de um paciente, como também temas como fisiologia e farmacologia, que são de grande importância para a atuação no centro cirúrgico.

E, para se preparar para a titulação, uma boa dica é fazer um curso preparatório. Escolher um curso de TSA online é indicado não só para adquirir os conhecimentos necessários para a prova, como também para se atualizar em relação aos principais conteúdos relacionados a anestesiologia, podendo, assim, ingressar na carreira de forma mais completa.

Analise o mercado de trabalho

Tendo em vista que o profissional de anestesia cumpre um papel essencial no centro cirúrgico, pois é responsável por administrar os sedativos e monitorar os sinais vitais do paciente durante todo o procedimento médico, o que não faltam são boas oportunidades de trabalho nessa área.

Além de hospitais que realizam cirurgias, os anestesiologistas também podem trabalhar em clínicas médicas particulares, centros de cirurgia plástica, centros cirúrgicos ambulatoriais ou, caso opte pelo segmento acadêmico, em instituições de ensino aplicando aos estudantes de anestesiologia.

*Esta é uma página de autoria de CELSO MARTINS e não faz parte do conteúdo jornalístico do MIDIAMAX.

Veja também

“Ansiedade engorda, faz mal para a mente e para o coração. Já uma boa noite...

Últimas notícias