A Prefeitura de Campo Grande definiu empresa que vai prestar serviços técnicos de instalação, cabeamento e instalações elétricas. A licitação sobre o assunto prevê contrato de R$ 1.232.847,30.

Aberta em 2022, a concorrência foi divulgada a pedido da Seges (Secretaria de Gestão) e Agetec (Agência Municipal de Tecnologia da Informação e Inovação).

Na ocasião, a justificativa foi a necessidade, imposta pela Justiça, de instalação de ponto eletrônico de frequência dos servidores.

No aviso divulgado no Diogrande (Diário Oficial de Campo Grande) desta quinta-feira (26), é citado que o resultado foi definido, no entanto, não foi divulgado o nome da vencedora.

Mas para atender à ordem na íntegra, alegou o município, são necessárias infraestrutura lógica e elétrica “para complementar toda a aquisição [dos pontos eletrônicos]”.

Nos autos de infração movidos contra a Prefeitura de Campo Grande e no edital, é informado que já foram implantados 175 equipamentos de controle de frequência e outros 372 serão comprados.