O Governo de Mato Grosso do Sul abriu crédito suplementar de R$ 529,8 milhões. A movimentação está publicada no DOE (Diário Oficial do Estado) de sexta-feira (11).

Conforme o documento, quase metade do total, R$ 240 milhões, está destinado para pagamento de aposentados e pensionistas do Estado. Outros R$ 130 milhões foi direcionado para o Fundo de Desenvolvimento do Sistema Rodoviário do Estado de MS.

Também estão previstos R$ 57 milhões para a SED (Secretaria de Estado de Educação), para ações como reforma de escolas.

Ainda no montante, outros R$ 19 milhões foram direcionados para o Imasul (Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul), para gerir unidades de conservação e desconcentração da gestão ambiental.

Créditos suplementares são reforçor orçamentários permitidos por lei e previstos pela LOA (Lei Orçamentária Anual).